Sonhe! Clarice Lispector para 2017

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.

(Clarice Lispector)

Clarice Lispector foi uma jornalista e escritora autora de vários romances, sendo considerada uma das escritoras brasileiras mais importantes do século XX. Passando por diversos gêneros, do conto ao romance, da crônica à dramaturgia, da entrevista à correspondência e, também, pelas páginas femininas, não há dúvidas de que Lispector deixou para a literatura brasileira uma vasta obra literária composta de ensaios, novelas, contos e crônicas. Suas letras transmitem sentimento e veracidade de maneira única. Ela retrata em suas palavras o “viver” de pessoas comuns em seus cotidianos. É impossível não se identificar com algum de seus poemas.

Indico um livro bem bacana sobre a autora: Clarice na cabeceira — romances. Vale ler!

 

Sinopse:

Clarice Lispector escreveu nove romances. ‘Clarice na Cabeceira — Romances’ reúne não apenas fragmentos dessas obras, mas histórias que buscam revelar a busca pelo que está ‘atrás de detrás do pensamento’. Antes de cada texto, o organizador da coletânea, José Castello, faz uma síntese do romance em questão e do momento vivido por Clarice ao escrevê-lo.