Rand era uma escritora e filósofa norte-americana de origem judaico-russa. Fugitiva da revolução russa, chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920. A escritora publicou vários romances, criou roteiros para trabalhos cinematográficos e realizou dezenas de palestras expondo suas ideias sobre sua filosofia chamada de “Objetivismo”, que ela explica como “uma filosofia para a vida na terra”. Ayn Rand publicou e editou diversos ensaios abordando temas bem oportunos para a realidade em que vivemos atualmente. Mesmo após a sua morte, em 1982, a filósofa costuma ser mencionada em discussões sobre economia, capitalismo e sociedade.

1 — Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.

2 — Através dos séculos existiram homens que deram os primeiros passos, por novas estradas, armados com nada além de sua própria visão.

3 — Só existem duas formas dos homens lidarem uns com os outros: Armas ou lógica. Força ou persuasão. Aqueles que sabem que não podem vencer por meio da lógica sempre recorrem às armas.

4 — A menor minoria na Terra é o indivíduo. Aqueles que negam os direitos individuais não podem se dizer defensores das minorias.

5 — Você pode ignorar a realidade, mas não pode ignorar as consequências de ignorar a realidade

6 — Não deixe sua chama se apagar com a indiferença.
Nos pântanos desesperançosos do ainda, do agora não.
Não permita que o herói na sua alma padeça frustrado e solitário com a vida que ele merecia, mas nunca foi capaz de alcançar.
Podemos alcançar o mundo que desejamos. Ele existe.
É real.
É possível.
É seu.

7 — Civilização é o processo de libertar o homem dos outros homens.

8 — A felicidade é aquele estado de consciência que procede da realização de nossos valores.

9 — A maior recompensa do ser humano é que, enquanto os animais sobrevivem ajustando-se ao meio em que vivem, o homem sobrevive ajustando a si próprio.

10 — A sua mente é o seu único juiz da verdade — e, se os outros discordam do seu veredicto, a realidade é a última instância de apelação.